Lavadoras Ultrassônicas | Benefícios e Automatização

O processo de limpeza é sem dúvida um dos passos mais críticos no reprocessamento de materiais médicos utilizados em hospitais e postos de saúde. Por isso o uso das Lavadoras Ultrassônicas tem garantido que o processo de desinfecção e esterilização dessas ferramentas seja total. Garantindo assim a efetividade do processo e evitando qualquer tipo de contaminação.

Nesse processo uma série de questões precisam ser analisadas, e a principal delas é a garantia da remoção de microrganismos que podem estar presentes nesses materiais.

Uma possível contaminação dessas ferramentas, que são reutilizáveis é sem dúvida uma grande preocupação para os responsáveis pela segurança da saúde e do bem-estar das pessoas que irão utilizar esses materiais. Por isso alguns processos foram adotados, assegurando de forma definitiva a qualidade da esterilização.

Uma dessas medidas tomadas foi a utilização da limpeza automatizada.

Esse método de limpeza diminui e muito as chances de contaminação cruzada entre pacientes e tem tornado o dia a dia dos profissionais de saúde muito mais eficaz.

O processo de limpeza automatizado acontece através das Lavadoras Ultrassônicas, que além de oferecer benefícios como a padronização dos ciclos de limpeza, garantem também as ações mecânicas em espaços de difícil acesso.

Além disso elas ainda parametrizam o processo de higienização, garantindo e documentando a efetividade da limpeza dos materiais que serão reutilizados de forma limpa e segura.

Como as Lavadoras Ultrassônicas funcionam na prática?

As Lavadoras Ultrassônicas produzem através de ondas ultrassônicas, milhões de bolhas que, se expandem, e implodem.

Essa implosão gera áreas de vácuo que provocam o deslocamento da sujeira presente na superfície dos materiais higienizados, esse processo e conhecido como cavitação.

Esse processo possibilita a remoção de sujeiras de forma muito mais eficaz em toda a superfície do material que está sendo trabalhado.

Principalmente em áreas menores que são de difícil acesso, e tornariam o processo manual muito mais difícil e menos eficaz.

Fim do Processo Manual

O usa das Lavadoras Ultrassônicas colocou um fim no processo manual de higienização desses materiais.

Houve a diminuição dos riscos de contaminação, o processo se tornou muito mais seguro e higiênico visto que o colaborador não entra mais em contato direto com as peças higienizadas.

Além disso as Lavadoras Ultrassônicas reduzem e muito o tempo de processamento, já que a sequencia das Lavadoras Ultrassônicas são automatizadas.

Lavadoras Ultrassônicas e a Automatização do Processo

Outra vantagem das Lavadoras Ultrassônicas é a automatização do processo.

Com processos automatizados diminui em quase 100% as chances de erros com o uso inadequado de insumos, garantindo que os parâmetros sejam mantidos do começo ao fim do processo.

É possível evitar também possíveis acidentes que podem ocorrer devido ao uso inadequado da dosagem de materiais de higienização. Ao mesmo tempo evita qualquer desperdício de material de limpeza garantindo resultados mais eficientes e satisfatórios.

A Sanders do Brasil possui soluções para biossegurança, como autoclaves, lavadoras ultrassônicas, reprocessadoras de endoscópios, termodesinfectoras, entre outros, todos equipamentos destinados a segurança do paciente e dos operadores.
Conheça nossas linhas de produtos, acesse nosso site: www.sandersdobrasil.com.br

Limpeza Ultrassônica e suas Vantagens

A Limpeza ultrassônica utiliza o ultrassom, ou seja, vibrações no ar que vão além dos limites sonoros, essas vibrações são imperceptíveis pelo ser humano.

O que é Ultrassom?

O ultrassom utiliza de ondas mecânicas, acústicas, eletromagnéticas e longitudinais que percorrem por toda a matéria a ser limpa, desenvolvendo-se de modo que interaja com a substância e mostre suas peculiaridades, bem como os seus aspectos.

As frequências ultrassônicas são geradas através de trasdutores, por isso, são sistemas capazes de converter um tipo de energia em outra.

No caso dos métodos ultrassônicos, em síntese são transformados de forma mútua, energia elétrica em mecânica.

Formado por ondas de grande extensão, o som de frequência é distribuído por meio de matérias líquidas e sólidas. Por isso, as diferentes velocidades de propagação variam de acordo com a matéria que está sendo analisada, da passagem de um meio para o outro, sofrendo uma grande diminuição da intensidade do sinal em consequência dos efeitos de absorção, reflexão e dispersão.

O desenvolvimento dos métodos de utilização do ultrassom é aprimorado e tem por objetivo satisfazer as necessidades do ser humano, a fim de transmitir informações por meio de ondas sonoras.

Em diversas áreas tecnológicas, é utilizado para detectar objetos, medir determinadas distâncias, encontrar falhas em estruturas e, nos parques industriais, é usado para aceleração de processos químicos e para a higienização de utensílios e equipamentos.

A técnica de higienização por meio de ultrassom é mais um emprego de suas funcionalidades.

A aplicação desses procedimentos tem superado as expectativas de consumidores da área de maneira surpreendente.

Os diversos formatos e as capacidades que possuem em comportar a matéria adequam-se à necessidade da área tecnológica interessada em aderir o processo.

Existem alguns modelos que, com a finalidade de oferecem uma assistência maior na atividade, possuem algumas opções de aquecimento, e cronômetros mecânicos ou digitais, garantindo sucesso no resultado do sistema de limpeza industrial, farmacêutica e biomédica.

A limpeza por ultrassom

O processo de limpeza através do ultrassom tem como objetivo principal a redução da exposição ocupacional a agentes microbianos em peças e equipamentos.

Proporcionando assim melhorias no processo de apuração e aumento na produtividade.

O método de lavagem e enxágue do equipamento remove microrganismos fazendo com que ocorra a diminuição eficiente da existência de carga microbiana.

As ondas ultrassônicas são produzidas através de um gerador e um transdutor.

Portanto seu processo consiste no intervalo de frequência de ondas entre 20.000 a 100.000 ciclos por segundo, exigindo-se a faixa de frequência de 20.000 a 50.000 ciclos a mais empregadas para o processo de limpeza.

As lavadoras ultrassônicas são indicadas para o processo de purificação de equipamentos assim como, industriais de autopeças, montadoras, indústrias farmacêuticas, indústrias de alimentos e bebidas. Além de instrumentos convencionais, laboratoriais e clínicos.

A Limpeza ultrassônica se dá por meio da cavitação, ou seja, processo que consiste em bolhas microscópicas geradas pelo contato entre a água, o uso da solução de higiene adequada e a frequência do ultrassom.

A dissolução e reação são fatores que devem ser considerados no processo da limpeza de resíduos.

Igualmente é de grande importância conhecer os componentes do agente de purificação.

A ficha técnica de segurança, bem como a tensão superficial da água, a temperatura, as frequências e as potências das ondas.

A tensão superficial da água pode ser reduzida de acordo com a utilização adequada do detergente associado ao método de lavagem. Esse recurso exige menos energia no sistema de cavitação das bolhas. Quando a temperatura do equipamento está entre 55oC a 70oC, o resultado de higienização é mais eficiente.

No que se refere à frequência e às potências das ondas, o valor da repetição ideal é de 20.000 ciclos por segundo para limpeza pesada, assim como, para a limpeza de partículas menores, a frequência alterna em torno de 80 kHz.

Vantagens
  • Resultados mais eficientes e seguros: Esse método de limpeza possui a capacidade de atingir os poros da superfície e as áreas mais difíceis de serem alcançadas, proporcionando assim mais eficiência e rapidez na eliminação da sujeira, agilizando o processo de esterilização.
  • Maior tempo de vida útil dos instrumentos: Esse método de lavagem diminuir e muito a possibilidade de desgastes dos instrumentos utilizados nessa técnica de limpeza, pois a lavadora não os coloca em atrito durante a lavagem, diferente do processo de lavagem manual.
  • Fim dos processos manuais: Além de diminuir os riscos inerentes que uma lavagem de instrumentos hospitalares de forma manual pode oferecer a um individuo, a Limpeza ultrassônica reduz os gastos com capacitações de colaboradores em decorrência aos avanços tecnológicos. As lavadoras ultrassônicas tornam o processo mais higiênico visto que não há contato humano com as peças a serem limpas, além da significativa redução de dispêndio com recursos humanos, pois a sequência é automatizada.

Nesse sentido, essa automação diminui e muito os erros com o uso inadequado de insumos.

Garantindo assim os parâmetros em todas as fases do processo, evitando acidentes que poderiam ocorrer devido ao uso inadequado da dosagem de produtos, e consequentemente o desperdício de materiais.

Essas características são de extrema importância para o entendimento do quanto as lavadoras tornam o processo mais eficiente e satisfatório.

Diminuição de gastos e adoção de recursos sustentáveis

A tomada de decisões aliadas á boas práticas de sustentabilidade são indispensáveis para as empresas que querem se destacar, ou seja, desenvolvimento econômico adaptado aos métodos de interação com o meio ambiente são o que chamamos de indústrias 4.0.

Portanto além de resultar na diminuição evidente no consumo e desperdício de água, o processo de limpeza por ultrassom interfere na redução do lapso temporal necessário para a conclusão da atividade e na economia de produtos químicos, antes utilizados nas atividades manuais.

Como ação de sustentabilidade empresarial, essas análises positivas de diminuição de recursos contribuem para resultados que visem ao respeito pelo meio ambiente.

Da mesma forma promove o desenvolvimento sustentável da sociedade.

Eliminação das contaminações hospitalares causadas por instrumentos mal lavados

O poder da alta temperatura no método da Limpeza ultrassônica auxilia no combate a infecções clínicas e hospitalares.

Portanto esse processo, se aliado a outros meios de destruição das cargas microbianas, garantem a máxima efetividade, eliminando assim as chances de contaminação de pacientes e profissionais causados por instrumentos mal higienizados.

A Sanders do Brasil possui soluções para biossegurança, como autoclaves, lavadoras ultrassônicas, reprocessadoras de endoscópios, termodesinfectoras, entre outros, todos equipamentos destinados a segurança do paciente e dos operadores.
Conheça nossas linhas de produtos, acesse nosso site: www.sandersdobrasil.com.br .

Porque os hospitais devem trocar as fichas pelo prontuário eletrônico?

Saiba como cortar custos, aumentar a produtividade dos recepcionistas e otimizar o tempo dentro da sua clínica ou hospital através do Prontuário Eletrônico

Eficiência

O Formulário eletrônico auxilia de modo mais prático, possibilita também que o histórico seja visto de modo mais claro e objetivo, permite a fácil atualização do estado clínico do paciente e evita perda de informações por corrosão devido ao tempo.

Além disso, é possível otimizar o tempo das recepcionistas, restando tempo para se dedicar à outras tarefas.

Praticidade

É possível acessar qualquer informação dentro de poucos instantes, inclusive informações que não são recentes. Isto evita que, para encontrar determinado dado ou informação, seja necessário fazer a busca entre centenas de fichas.

Corte de custos

Com o prontuário eletrônico não é mais necessário a compra de armários pra arquivamento de fichas.

Além disso, é possível gerar economia de papel, espaço e ainda ajudar o meio ambiente.

Segurança

As fichas convencionais permitem que qualquer pessoa tenha acesso aos dados dos pacientes, exames e casos clínicos, tornando possível o vazamento de informações importantes de qualquer paciente em tratamento. Com o prontuário eletrônico é possível limitar os usuários visitantes para que apenas eles tenham acesso, evitando fraude no sigilo de informações.

Evita ilegibilidade e rasuras

Com o prontuário eletrônico é possível evitar qualquer rasura ou informações que estejam ilegíveis, inclusive decifrar “anotações médicas”.

Mantém a padronização

Com a passagem de dados para o meio eletrônico é possível corrigir diferenças que existiam entre uma ficha e outra. Além disso, padronizar os dados que serão necessários para o cadastro de todos os pacientes evita com que sejam esquecidas algumas informações e documentos importantes.

A Sanders do Brasil possui soluções para biossegurança, como autoclaves, lavadoras ultrassônicas, reprocessadoras de endoscópios, termodesinfectoras, entre outros, todos equipamentos destinados a segurança do paciente e dos operadores.
Conheça nossas linhas de produtos, acesse nosso site: www.sandersdobrasil.com.br

6 Dicas para suprir o aumento de pacientes nos Hospitais Privados

O avanço do número de enfermidades crônicas, a complexidade dos casos e o envelhecimento populacional estão se tornando responsáveis por aumentar a procura por serviços de saúde, tornando os hospitais lotados e causando a falta de organização até mesmo nos Hospitais Privados.

Saiba o que fazer para que seu hospital acompanhe o crescimento da demanda destes serviços sem perder a qualidade.

Equipamentos avançados em Hospitais Privados

Equipar os setores hospitalares com equipamentos de qualidade melhora a precisão no diagnóstico de doenças, agiliza o atendimento e gera economia à longo prazo.

Gerencie o fluxo de pacientes

Entender o fluxo de pacientes dentro do hospital é essencial para prevenir a superlotação e otimizar recursos. Esta monitoração pode ser feita através de indicadores e métodos, como por exemplo, o método IH.

Trabalho em equipe

Ter profissionais de qualidade e que façam um trabalho coletivo pode contribuir para melhorar o desempenho, reduzir o fator de risco em erros médicos e melhorar a satisfação dos pacientes, favorecendo um ambiente de trabalho harmonioso.

Produtos de qualidade em Hospitais Privados

O maior erro de instituições privadas é adquirir descartáveis e medicamentos de baixa qualidade devido ao preço vantajoso. No entanto esta vantagem acaba saindo cara para o próprio hospital: pacientes demandam mais tempo e necessitam de mais recursos. Use produtos de qualidade, isto trará custo-benefício e permitirá a rotatividade dos leitos.

Utilize um software

Portanto com a demanda de pacientes, a agilidade no sistema de triagem é muito importante.

Troque assim o sistema convencional de anotações por um software!

Além disso é possível permitir maior rotatividade, evitando o desgaste dos pacientes na fila e possibilitando o controle da quantidade de leitos ocupados, evitando a superlotação.

Aplique o Sistema de Cores

As faixas de riscos beneficiam o atendimento rápido e permite aos atendentes definir com agilidade em qual situação o paciente se encontra, economizando tempo e recursos em um diagnóstico incorreto.

A Sanders do Brasil possui soluções para biossegurança, como autoclaves, lavadoras ultrassônicas, reprocessadoras de endoscópios, termodesinfectoras, entre outros, todos equipamentos destinados a segurança do paciente e dos operadores.
Conheça nossas linhas de produtos, acesse nosso site: www.sandersdobrasil.com.br